domingo, 17 de julho de 2016

Carros soviéticos voltam



Carros soviéticos são leiloados por uma pechincha na Finlândia
Modelos Lada e Volga tinha preços iniciais de R$ 430.
Refugiados abandonaram carros perto da fronteira com a Rússia.
Do G1, em São Paulo



 Finlandeses compram carros soviéticos abandonados na fronteira (Foto: Lehtikuva/Jouni Porsanger/via REUTERS)

A alfândega da Finlândia promoveu nesta sexta-feira (15) um leilão de carros da era soviética, abandonados por refugiados que cruzaram a fronteira com a Rússia no último ano.
Foram mais de 100 modelos Lada, Volga e até alguns alemães, com preços iniciais de € 120 (cerca de R$ 430), segundo a agência Reuters.

A fronteira de 1.340 quilômetros entre Rússia e Finlândia marca o limite da área de trânsito livre do tratado de Schengen e se tornou uma rota para refugiados que preferiram evitar os perigos da travessia pelo Mediterrâneo.

Primeiro, a maioria dos imigrantes cruzou a fronteira de bicicleta, mas a Finlândia proibiu a entrada com bicicletas em dezembro do ano passado. Com o inverno já rigoroso, os refugiados passaram a comprar carros antigos na Rússia para entrar na área de Schengen.

O leilão dos carros abandonados ocorreu na cidade de Salla, a 12 km da fronteira. De acordo com a Reuters, os Volga atingiram preços de até € 640 (R$ 2,3 mil), enquanto uma perua Lada, com raros faróis circulares, foi vendida por € 280 (R$ 1 mil).

"Alguns estão um pouco enferrujados, mas a mecânica dura pra sempre. E é muito fácil achar peças de reposição", afirmou à Reuters o mecânico Rauno Halttunen, que é entusiasta de carros soviéticos.

"A maioria dos carros foi registrada na Finlândia há 30 anos ou 40 anos, e depois 
 vendida para a Rússia nos anos 1990. Agora eles fizeram a viagem de volta", afirmou Asko Viitanen, organizador do leilão.

 Leilão ocorreu em Salla, a 12 km da fronteira com a Rússia (Foto: Lehtikuva/Jouni Porsanger/via REUTERS)

Finlândia é a fronteira externa da área de trânsito livre de passaportes (Foto: Lehtikuva/Jouni Porsanger/via REUTERS)